Monstrans

Monstrans:
Experimentando Horrormônios

“Monstrans: experimentando horrormônios” é uma publicação autobiográfica em quadrinhos, na qual Lino Arruda ficcionaliza experiências pessoais tecendo pontes entre deficiência, lesbianidade e transmasculinidade.  As três histórias que integram o livro têm como fio condutor a figura monstruosa: animalidades híbridas, seres fantasmagóricos e monstruosidades amorfas compõem uma corporalidade dissidente, que tenciona os limites da inteligibilidade e questiona o anseio por visibilidade.

Zines

Portfólio

Contato

Foto de Lino Arruda, autor de Monstrans

Lino Arruda é pesquisador, professor e quadrinista transmasculino. Ao lado de outrxs autorxs de sua comunidade, ele organiza a distribuidora “Fracassando: Edições Precárias” – um projeto autônomo e colaborativo de produção, arquivamento, tradução e distribuição de zines dissidentes latino-americanos com foco em autorias travesti/trans*. Dentre suas publicações em quadrinhos se destacam os zines “Sapatoons Queerdrinhos”, “Quimer(d)a: Quadrinhos Dissidentes Antiespecistas”, “Anomalina na Heterolândia” e “Novo Corte de Peitos”. Atualmente, com o apoio financeiro do prêmio Itaú Rumos, desenvolve a publicação autobiográfica em quadrinhos “Monstrans: experimentando horrormônios”. Ademais, Lino é bacharel em artes visuais pela UNICAMP e pela Universidad Politecnica de Valencia (Espanha), mestre em história da arte pela USP (FAPESP) e doutor em Literatura pela UFSC / University of Arizona (CAPES/FULBRIGHT), onde desenvolveu sua tese sobre autorrepresentação travesti/trans* em zines latino-americanos.